Karaoke Paulista: cantoria japonesa na Av Paulista



microfone_palco

Mais uma vez lá estávamos nós curtindo a vida boêmia em um bar quando alguém lança: “Bóra karaokezar?”. Devidamente aquecidos pelas originais-geladas e shots de sakê (é meu amigo, eu também não imaginava que seria possível beber sake no Bar do Giba), encaramos a peleja de peito aberto mesmo sendo meia noite de uma quarta normal.

Fomos para o “Karaoke Paulista” (eu sempre achei que lá chamava Tokyo-Land sei lá o porquê) brincar de american idol pois era mais perto e sempre nos divertimos lá: casa simples com várias salas privadas para soltar a voz sem medo de tomar vaias de desconhecidos com senso crítico musical. Mas o que mais gosto de lá é o “globo espelhado anos 70″ que fica no meio da sala que dá aquele ar… brega. Brega é bom as vezes pra dar risada hehe

O som é razoável e a sala que costumamos pegar tem karaokê Raf Eletronics (aquele do leão cantor) e um japonês que dificilmente ligamos, pois só rola música japa sem romaji. A casa é da mesma dona do karaokê Girassol (não sei se o Gira ainda existe… mudou tanto de endereço.) e segue o padrão de serviço de todos os karaokes box que conheço: você pede as coisas via interfone.

Para se pensar: Devido a infra estrutura padrão, será que todos os karaokes já foram motéis sem estacionamento?

Repertório:
Tem bastante variedade (mas sem muita novidade) de música japonesa, nacional e internacional, mas as vezes é preciso trocar o cartucho de música pois o aparelho está lotado.

Preços (15/04/2009):
Hora do box: R$ 35,00 (sala até 8 pessoas)
Garrafa de sake: R$ 40,00
Cerveja garrafa 600ml: R$ 6,00 (original ou bohemia)

Endereço:
São Paulo, Paraíso, R. Manuel da Nóbrega n175, Telefone: 3283-3046
Aberto todos os dias das 18h00 às 02h00 seg a sex e até as 04h00 de fim de semana.

Sugestão para você que é tarado por karaoke: karaoke portátil

Veja também:

Sobre o autor

Apenas mais um descendente de japoneses por lado de pai e mãe (sansei - terceira geração) que adora a cidade de São Paulo e gosta de fuçar na web. Apesar de "alfanalbético", sempre está disposto a escrever alguma besteira relacionada aos nossos amigos do país do furikaki. Twitter @seijis